Mais 3,5 milhões têm saque de até R$ 1.000 do FGTS liberado hoje

O saque emergencial de até R$ 1.000 do FGTS (Fundo de Garantia de Serviços) está entrando em sua fase final. Nesta quarta-feira (1º), 3,5 milhões de assalariados nascidos em outubro terão o valor depositado em uma conta digital da gaveta. No total, serão creditados cerca de 2,5 bilhões de reais. Os fundos podem ser transferidos através do aplicativo Caixa Tem.

O cronograma de pagamento é até o dia 8 para os nascidos em novembro e 15 para os nascidos em dezembro. Mas o valor pode ser devolvido até 15 de dezembro deste ano. Até agora, um total de 35,5 milhões de pessoas foram beneficiadas.

Todos os funcionários com saldo disponível do FGTS têm direito a sacar até R$ 1.000. O crédito é creditado automaticamente na conta Gaveta Tem em nome do funcionário.

No total, cerca de R$ 30 bilhões serão pagos o cerca de 42 milhões de trabalhadores com direito de recesso.

Verifique o calendário

Nascidos em janeiro 20 de abril Nascidos em fevereiro 30 de abril Nascidos em março 4 de maio Nascidos em abril 11 de maio Nascidos em maio 14 de maio Nascidos em junho 18 de maio Nascidos em julho 21 de maio Nascidos em agosto 25 de maio Nascidos em setembro 28 de maio Nascidos em outubro? 1 de junho Nascidos em novembro 8 de junho Nascidos em dezembro 15 de junho

Como mover o equilíbrio

Após creditar os valores, pela gaveta Tem é possível remunerar recibos e faturas, utilizar o cartão de débito virtual para remunerar em lojas, sites ou aplicativos, além de realizar compras em supermercados, padarias, drogarias e outros estabelecimentos custeando com o QR code na engrenagem.

O valor também pode ser transferido para outras contas da gaveta ou outras contas bancárias. Também é possível negociar via Pix, além de saques nos terminais da gaveta e casas lotéricas.

Ocorrência o crédito de saque temporário não seja gerado automaticamente, o operador deve acessar o aplicativo do FGTS, verificar / completar os dados cadastrais no menu “Saque Especial” e clicar em “Solicitação de Saque para liberar o valor.

Os assalariados que não aplicaram o recolhimento emergencial do FGTS em 2020 podem precisar atualizar seu cadastro e solicitar o recolhimento no aplicativo do FGTS sem precisar se deslocar até a agência. Nesse caso, o crédito será feito na gaveta Tem no dia seguinte ao calendário de pagamento.

Quem tem o direito

Neste ano, cada funcionário pode sacar até 1.000 reais, independente do número de contas no fundo. Os valores estão disponíveis até 15 de dezembro. Se não houver reembolso Os recursos serão devolvidos à conta vinculada do FGTS.

Ocorrência o assalariado tenha mais de uma conta do FGTS, o saque será feito na seguinte ordem: primeiro, as contas referentes aos contratos de trabalho rescindidos, começando pela conta de menor saldo; depois as outras contas vinculadas, começando pela conta com o menor saldo.

Quem tiver antecipado o saque aniversário do FGTS e tiver o valor bloqueado na conta não poderá sacar nesta fase. A nova rodada de pagamento pode ser executada em contas com fundos disponíveis.

Para quem não quer atirar

Os funcionários também podem optar por não receber saques adicionais do FGTS para que sua conta não seja cobrada. Nesse caso, você deve acessar o aplicativo do FGTS ou dirigir-se a uma das agências do banco para informar que não deseja usufruir do crédito.

Após a criação de empréstimos com conta poupança social digital, os assalariados ainda podem cancelar empréstimos automáticos pelo aplicativo do FGTS até 10 de novembro de 2022.

Ocorrência os recursos sejam depositados em conta poupança digital do assalariado e essa conta não seja utilizada até 15 de dezembro de 2022, os recursos serão devolvidos à conta do FGTS, devidamente retificados e sem qualquer prejuízo ao assalariado.

Um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.