Conselho define hoje lucro bilionário do FGTS que será distribuído ao trabalhador

Neste dia 21 deste mês, o conselho curador do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) tratou sobre o lucro bilionário do fundo atingido em 2021 e que será distribuído aos trabalhadores em agosto deste ano – lembrando que o valor do lucro repassado é sempre referente ao ano anterior. Na reunião também foi discutida a proposta de prorrogação de carência e de alteração do prazo de parcelamento de débitos dos agentes financeiros junto ao FGTS.

Foram também discutidas as propostas de metas de 2022 dos indicadores do Planejamento Estratégico do FGTS, bem como foram apresentados os resultados dos saques extraordinários e a aquisição de cotas do Fundo Mútuo de Privatização da Eletrobras.

Em 2021, foi distribuído 96% do total do valor arrecadado (R$ 8,1 bilhões). O repasse em 2020 foi de R$ 7,5 bilhões, ou seja, 66,2% do arrecadado em 2019, que foi o valor de R$ 11,3 bilhões. Isto por que, por lei, o lucro não pode ser 100% distribuído e o índice da divisão deve ser definido pelo conselho do fundo, em não demora muito, voltam a se reunir em agosto, para decidir o percentual a ser dividido. Segundo a Caixa Econômica Federal, o beneficio será liberado até o dia 31 de agosto para as contas do FGTS e não para o bolso do trabalhador, como de costume.

Lembrando que este só poderá sacar o valor se dentro das regras, como em caso de demissão sem justa causa, aposentadoria, compra da casa própria, doença grave, Saque-aniversário, Rescisão por término de contrato por prazo determinado, em caso de desastres naturais, como enchentes ou vendavais, trabalhadores de  70 anos ou mais, trabalhadores ou dependentes diagnosticados com câncer, empregados que ficam três anos seguidos ou mais sem trabalhar com carteira assinada, em caso de morte do trabalhador, os dependentes e herdeiros judicialmente reconhecidos tem direito.

Todos os trabalhadores com saldo no FGTS em 31 de dezembro de 2021 têm direito à participação na distribuição dos valores de 2021 que serão repassados de forma proporcional às contas dos trabalhadores.

Além das consultas poderem ser feita pessoalmente nas agências da Caixa, o trabalhador tem dois meios principais para verificar o saldo do FGTS: O aplicativo FGTS, disponível para os sistemas Android e iOS, e a consulta do extrato do fundo, no site da Caixa.

Se espera que o valor deste ano tenha sido impactado pela inflação alta, pois, segundo o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) de maio, este vem acumulando em até 11,73% nos últimos 12 meses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.